>

AMOR NATURAL CULINÁRIA

Este é o lugarzinho do AMOR NATURAL CULINÁRIA, TREINAMENTOS E SERVIÇOS. Aqui vou postar receitas, dicas de culinária nacional e internacional,enologia, etiqueta, economia doméstica e tudo de importante para os amantes da gastronomia, além de literatura, notícias importantes,fotos e desenhos e tudo que possa interessar aos amigos que me visitam ! Sejam bem-vindos !!

"Click here and translate this page to English language"

quarta-feira, novembro 23, 2005

PARA FICAR POR DENTRO - PALOCCI NO CONGRESSO!!!



Esta notícia está fresquinha, saindo hoje na Folha de São Paulo, e conta tudo sobre a "palestra" de Palocci no Congresso. Acho que até a oposição está dando um "jeitinho" de fazer dele o melhor Ministro que o Brasil já teve, em todos os tempos!! Leia e veja se concorda!! Beijos!!

Palocci diz que Lula é quem decide sobre sua permanência na Fazenda
ANA PAULA RIBEIRO
da Folha Online, em Brasília


Em resposta aos questionamentos sobre sua permanência no cargo, o ministro Antonio Palocci (Fazenda) disse nesta terça-feira que apenas o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode responder.
"Eu não posso responder sobre isso, só o presidente Lula pode dar essa resposta.

"Durante cerca de nove horas, Palocci respondeu a diferentes perguntas na Comissão de Fiscalização e Tributação da Câmara dos Deputados. Embora tenha sido indagado sobre sua situação à frente da pasta e as denúncias que envolvem seus ex-assessores na época em que era prefeito de Ribeirão Preto (SP), os temas econômicos prevaleceram na sessão.
Durante todo o dia, rumores davam conta de que o ministro teria pedido demissão do cargo em reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ontem à noite.
O autor da pergunta sobre a sua suposta demissão foi o deputado Sílvio Torres (PSDB-SP):
"O senhor pediu demissão?".
Palocci primeiramente respondeu a um questionamento sobre sua discussão com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), só então falou sobre a demissão, mas sem ênfase.
"Eu não posso... eu dialogo com o presidente sobre todas as questões, sobre a política econômica e sobre as prioridades do governo", afirmou o ministro.
Torres insistiu: "O senhor não pediu demissão ontem?".
"Eu não discuti esse assunto, eu posso contestar o que os jornais publicam, mas eu não discuti esse assunto recentemente", disse. "Eu não vou relatar todas as minhas conversas com o presidente. Não há nada acontecendo neste campo", concluiu.
ASSESSORES
Mais cedo, na mesma audiência, Palocci disse que apenas o presidente Lula poderia falar sobre seu suposto pedido de demissão e sobre sua permanência no governo.
"Eu não posso responder sobre isso, só o presidente Lula pode dar essa resposta.
A oposição não não fez muitas perguntas sobre as denúncias de corrupção em Ribeirão Preto --um dos motivos que supostamente teria levado o ministro a pedir demissão.
Apenas o Rodrigo Maia (PFL-RJ) tratou especificamente do tema.
Já o líder tucano na Câmara, Alberto Goldman (SP), fez insinuações sobre os assessores escolhidos por Palocci.
O advogado Rogério Buratti, que já foi assessor de Palocci, disse à revista "Veja" que o ministro sabia de uma suposta doação de dólares do governo cubano para o PT.
O ministro mais uma vez afirmou que isso não existiu. Mas informou que, por enquanto, não irá processar pessoas que fizeram acusações contra ele.
A mesma atitude será tomada em relação a jornalistas e órgãos de imprensa que tenham publicado reportagens que ele considera incorretas.
"Eu não usarei de medidas judiciais nesse período [enquanto estiver no governo]. Eu não quero constranger um jornalista ou um órgão de imprensa", disse Palocci.
O ministro também defendeu a integridade de seu ex-chefe de gabinete no ministério, Juscelino Dourado --que pediu demissão após ter sido envolvido em uma denúncia.
"As pessoas [no ministério] não têm filiação partidária. São pessoas dedicadas e com muito espírito público."
Economia
Assim como já havia feito na semana passada na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado Federal, ele defendeu a condução da política econômica e ressaltou que é necessário fazer o controle das despesas do governo.
Ele disse que está "tranqüilo" por ter recebido o aval do presidente Lula para a condução de sua política econômica.
Palocci destacou ainda que o presidente também garantiu manter a política econômica em 2006, um ano eleitoral, quando muitos gestores públicos costumam acelerar os gastos.
"O presidente Lula tem reafirmado insistentemente que a política econômica é essa que está aí e que não fará nenhum tipo de mudança econômica e fiscal por conta das eleições, e isso é muito importante", disse ele.
Sobre o embate com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, Palocci considera como natural e defende que todo o país debata sobre a questão da redução das despesas do governo. "É um debate natural, que deve ocorrer, e não só no governo. É um debate para o país.
"Em entrevista dada há duas semanas, a ministra classificou como 'rudimentar' a proposta de política fiscal de longo prazo da equipe econômica.
Nesse planto, o superávit primário (economia para o pagamento de juros) seria mantido em 4,25% do PIB por dez anos e as despesas correntes seriam reduzidas.
Para o ministro, é importante sinalizar o controle dos gastos públicos para melhorar os investimentos sociais no futuro.
"Não precisamos reduzir de uma hora par outra. Nós precisamos ter um compromisso de longo prazo que vai melhorar as contas do país", defende.
No entanto, ele admite que os gastos com pagamentos de juros da dívida são elevados. 'Nós não podemos gastar isso que gastamos com dívida, mas tenho que fechar essa conta.
O calote não é bom para nenhum país.'
Entre janeiro e setembro, o governo gastou R$ 120,149 bilhões com juros.
Agenda
A presença de Palocci em comissões no Congresso ainda não terminou.
Ele deverá comparecer nos próximos dias na comissão da Câmara que discute a criação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) --amanhã, às 11h30, o ministro irá receber representantes da comissão em seu gabinete.
Além disso, até o dia 10 de dezembro Palocci deverá ainda comparecer na CPI dos Bingos.
AddThis Social Bookmark Button

1 Comments:

  • At 5:48 AM, Anonymous Maillinha said…

    O site está otimo vocês etão de parábêns!!
    Beijinhos
    :***

     

Postar um comentário

<< Home