>

AMOR NATURAL CULINÁRIA

Este é o lugarzinho do AMOR NATURAL CULINÁRIA, TREINAMENTOS E SERVIÇOS. Aqui vou postar receitas, dicas de culinária nacional e internacional,enologia, etiqueta, economia doméstica e tudo de importante para os amantes da gastronomia, além de literatura, notícias importantes,fotos e desenhos e tudo que possa interessar aos amigos que me visitam ! Sejam bem-vindos !!

"Click here and translate this page to English language"

quarta-feira, janeiro 11, 2006

DE VOLTA AO SORVETE PROMETIDO!! VAMOS VIAJAR PELOS SORVETES DA VIDA!!


O SORVETE PROMETIDO ONTEM!!

O sorvete no Brasil
A primeira sorveteria brasileira nasceu em 1835, quando um navio americano aportou no Rio de Janeiro com 270 toneladas de gelo. Dois comerciantes compraram o carregamento e passaram a vender sorvetes de frutas. Na época, não havia como conservar o sorvete gelado, por isso ele tinha que ser consumido logo após o preparo. As sorveterias anunciavam a hora certa de tomá-lo.
No Brasil, o sorvete chegou a ser considerado o precursor do movimento de liberação feminina. Para saboreá-lo, a mulher praticou um de seus primeiros atos de rebeldia contra a estrutura social vigente, invadindo bares e confeitarias, lugares ocupados até então quase que exclusivamente pelos homens.
Evoluindo a passos curtos, esta guloseima só teve distribuição no país em escala industrial em 1941, quando foi fundada na cidade do Rio de Janeiro a U.S. Harkson do Brasil, nos galpões alugados da falida fábrica de sorvetes Gato Preto. Seu primeiro lançamento, já com o selo Kibon, foi o Eski-bon. Desde então, a população foi se tornando cada vez mais adepta: dados recentes apontam que o país consome cerca de 200 mil toneladas de sorvete por ano.
Onde apreciar
Quem diria que aquela pasta misturada com frutas e leite se transformaria num dos produtos mais consumidos no mundo todo?
A variedade de sabores, cores e formatos é proporcional à reação das pessoas que a comem. Dos simples picolés às bananas-splits e sundaes, passando pelos fritos (os tempurás de sorvete, envolvidos por uma casquinha crocante, frito em óleo muito quente por poucos segundos e servido em restaurantes japoneses), o sorvete é sucesso em qualquer estação e o pecado é não sair com algumas graminhas a mais.
Mas se a preguiça falar mais alto e a vontade for é ficar o dia inteiro jogado no sofá, você ainda pode tomar sorvete em casa. Calma! Não é preciso ser nenhuma autoridade em culinária. As receitas caseiras são muito fáceis de se fazer.

Vamos fazer juntos???? Boa sorte e beijos!!




SORVETES CREMOSOS SEMI-PROFISSIONAIS

RECEITA BÁSICA:
1 litro de leite
2 copos americanos (200ml) de açúcar refinado
1 colher (café) liga neutra
2 colheres (sobremesa) rasas de emulsificante
2 colheres (sopa) cheias de pó aromatizante para sorvetes (sabores)

DICA: os produtos listados – liga neutra, emulsificante e pó aromatizante são vendidos em casas de festas e/ou próprias para confeitaria, doceiras e sorvetes.

Modo de Preparo
Colocar o leite e 1 colher de sobremesa de emulsificante no liquidificador e bater por 3 minutos.
Abrir a tampa do copo do liquidificador e acrescentar a liga neutra, o açúcar e o sabor, e bater por mais 3 minutos.
Levar imediatamente ao freezer ou congelador.
Após, no mínimo 8 horas e a massa completamente congelada, levar à batedeira (mais congelado possível, que a batedeira conseguir bater – ideal que seja uma batedeira planetária ou que a tigela possa girar) com a outra colher de sobremesa de emulsificante e batar por 10 minutos na velocidade máxima.
Levar de volta ao freezer para adquirir consistência.
Pode-se servir decorado com xaropes, coberturas, castanhas, confeitos, ou a gosto.

DICAS IMPORTANTES:
1. Caso haja disponível uma batedeira profissional ou grande, própria para sorveteria, pode-se fazer de uma só vez, mais do que uma receita básica
2. Existem sabores básicos, para confecção de outros:
- passas ao rum: chocolate, baunilha ou nata com passas que estiveram de molho em rum por 24 horas, escorridas;
- flocos: baunilha com raspas de chocolate meio-amargo ou granulado
- morango: pode-se acrescentar polpa de morango a gosto
- coco: pode-se acrescentar coco ralado ou em flocos a gosto
- chocolate; pode-se acrescentar raspas de chocolate (para tornar crocante), cerejas picadinhas, passas-ao-rum, castanha, crocante, ou o que a imaginação criar...
- leite condensado: pode-se acrescentar raspas de chocolate branco, polpa de ameixa, etc..
- Nata: pode-se acrescentar chocolate granulado, crocante, raspas de chocolate meio-amargo, etc.,,
3. Existem outros sabores não básicos, com aromas próprios que só poderão ser enriquecidos com produtos que tenham ligação com os mesmos:
- Abacaxi: pedacinhos de fruta
- Maracujá: carocinhos para enfeite
- Milho verde
E outros que desejar

4. TODOS OS ENRIQUECIMENTOS DEVERÃO SER ACRESCENTADOS NA FASE FINAL DE ELABORAÇÃO, OU SEJA, ANTES DE LEVAR AO FREEZER PELA SEGUNDA VEZ, APÓS A BATEDEIRA, E DE PREFERÊNCIA INCORPORANDO MANUALMENTE SEM A BATEDEIRA, E SEM QUE O SORVETE ESTEJA MUITO LÍQUIDO, PARA QUE OS PRODUTOS NÃO DESÇAM AO FUNDO DO RECIPIENTE.
CASO A MASSA RESULTANTE DA BATEDEIRA ESTEJA MUITO LÍQUIDA, SERIA IDEAL CONGELAR UM POUCO PARA ENTÃO ADICIONAR O ENRIQUECIMENTO E EMBALAR.

5. Por experiência profissional, posso afirmar que uma receita básica deste sorvete rende 20 copos descartáveis com tampa de 250ml , próprios para envasamento do produto, com um rendimento total de 5 litros de sorvete, e um lucro líquido aproximado de 70%.
Este rendimento significa 2 potes e meio grandes dos sorvetes tradicionais, industrializados, o que numa festinha infantil ou como sobremesa em sua casa, será de uma grande economia, caso não vá comercializar.

Ideal como acompanhamento: waffle, biscoitos champanhe, ou outros a seu gosto.


SUGESTÃO DE ACOMPANHAMENTOS PARA O SORVETE:



RECEITA BÁSICA DE WAFFLE
INGREDIENTES:
2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar
3 ovos
1 xícara de leite
1 colher (chá) de fermento em pó
1 colher de chá de casca de limão ralado(opcional

MODO DE PREPARO:
Bata os ovos com o açúcar.
Acrescente a casca de limão, o fermento, o leite, aos poucos, a farinha.
A massa deve ficar cremosa e espalhar-se levemente pela chapa.
Se precisar, junte um pouco mais de farinha de trigo.
Asse em forma de waffle, tipo chapa de fogão, elétrica, ou com feitios para fazer sobre a chama do fogão, à venda em todos os magazines do lar.
Depois de pronto cubra com o que lhe abrir mais o apetite: sorvete, mel, leite condensado, geléia ou a gosto.





Casquinha de Sorvete
Ingredientes:
2 Claras
1 Pitada de sal
3/4 xícaras de açúcar de confeiteiro
1/4 colher de chá de baunilha
1/2 xícaras de farinha de trigo
4 colheres de sopa de margarina sem sal e em temperatura ambiente

Modo de Preparo:
Bata as claras em neve até formar picos bem firmes.
Mexa gentilmente adicionando a pitada de sal, o açúcar e a baunilha. Acrescente a farinha de trigo e a manteiga e mexa até que todos os ingredientes estejam bem incorporados. Levar para assar como waffles.

Preparo manualmente sem máquina:
Assar a massa conforme a receita de waffle, e modelar a seu gosto, fazendo cesto, casquinha, ou simplesmente como biscoitinhos para acompanhar os sorvetes.

Preparo na máquina doméstica própria:
Aqueça o aparelho de fazer casquinhas e unte-o com manteiga. Passe um pincel com manteiga também no cone. Despeje quantidade suficiente de massa na chapa, feche e deixe dourar por cerca de 1 1/2 minuto. Levante a tampa, posicione o cone e role o waffle quente em volta, formando uma casquinha. Retire delicadamente do molde. Deixe esfriar e armazene em recipiente fechado hermeticamente.
AddThis Social Bookmark Button

14 Comments:

  • At 3:34 PM, Anonymous Anônimo said…

    Oi para todos........
    Fiz a receita do sorvete igualzinha a de voces, mais, ficou muito doce.
    Porque?
    Precisaria muito que voces me respondessem...
    Obrigada, juliana.

     
  • At 3:38 PM, Anonymous Anônimo said…

    Oi para todos.
    Fiz a receita do sorvete igualzinha a de voces, mais, ficou muito doce..
    Porque?
    Precisaria muito que voces me respondessem....
    Obrigada, Juliana..
    Meu e-mail é:juoliveira6@zipmail.com.br

     
  • At 11:09 AM, Blogger geovaldo said…

    QUEM CONSEGUE LER ESTA RECEITA DE
    SORVETE DE FUNDO ROSA COM LETRA ROSA

     
  • At 3:24 PM, Blogger jurema said…

    Ninguem merece essa cor rosa,nao consegui ler nada.Por favor facilita ,beijos

     
  • At 4:30 AM, Anonymous Anônimo said…

    Bom dia

    Se a receita ficou muito doce, é só diminuir o açúcar.
    Quanto a cor, o Blogg não é seu e ela coloca a cor que quiser.

    Beijos

     
  • At 10:46 AM, Blogger Melisa said…

    Minha mãe sempre dizia que o diabo de tanto enfeitar o filho, furou seus olhos: letra vermelha em fundo rosa? quem consegue ler?
    Na maior parte das vezes, menos é mais! Abraço!

     
  • At 3:52 PM, Blogger soninhamenor said…

    ola sou a sonia fiz o sorvete gostei muito

     
  • At 8:45 AM, Anonymous Gysa said…

    Amigas qndo não tiverem nada de produtivo e construtivo para comentar permaneçam caladas.Seria mais bonito se tivessem pedido a ela a receita por email em vez de criticar o blog.Coisa feiaaaaaaaaaa!!!!!

     
  • At 9:50 AM, Anonymous Anônimo said…

    amigos agradeço a vcs por compartilhar essas receitas ,espero que essas cabeçinhas entendam ke vcs fazem or gostar de ajudar as pessoas obg.

     
  • At 11:29 AM, Anonymous lisa said…

    adorei a receita!!
    e um esclarecimento o fundo não é rosa é só esperar a pagina carregar direito que ela fica quase branca.Muito feio criticar assim sem ter certeza...

     
  • At 3:37 PM, Blogger Henrieta said…

    Olha, não fiz a receta ainda, vou fazer, depois dou meu parecer.
    Por enquanto já estou feliz de ter uma receita semi profissional.
    Henrieta

     
  • At 6:16 PM, Anonymous Anônimo said…

    Concordo com a Lisa sobre a apresentação. Os apressadinhos não dão tempo e ficam reclamando. Gostei das receitas e tudo mais.

     
  • At 8:49 AM, Anonymous Anônimo said…

    Realmente muito com estava à proucura justamente deste tipo de massa de sorvete...Muito obrigado e Parabens e que continue a nos ensinar novas receitas e tipologias de sorvete. Agradecido;
    att.
    Fabricio Moura

     
  • At 8:58 AM, Anonymous Anônimo said…

    So mais uma dúvida, caso eu não queira usar o pó de sabor artificial, qual a quantidade de polpa de fruta que devo usar??
    FABRICIO_MM33@hotmail.com
    Obrigado e sucesso.

    att.
    Fabricio M.

     

Postar um comentário

<< Home